SALTAR
TECHNOLOGIES ECO-PERFORMANTES

TECNOLOGIAS ECO-EFICIENTES

A PESQUISA E A INOVAÇÃO DA DS AUTOMOBILES

Graças às nossas tecnologias eco-eficientes, a nossa abordagem de desenvolvimento sustentável tem como objetivo reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, proteger os recursos naturais e desenvolver novos comportamentos de mobilidade amigos do ambiente.

TECNOLOGIA E-TENSE

Eletrificação pela DS Automobiles

Concebido para o mundo de amanhã, o E-TENSE encarna o derradeiro prazer de condução, a máxima eficiência através da regeneração de energia e mobilidade sem restrições, independentemente de quais sejam os regulamentos futuros. A tecnologia E-TENSE é a referência mundial para veículos elétricos e está presente em todos os novos modelos DS Automobiles. Consubstancia o nosso desejo de nos tornarmos uma marca 100% elétrica até 2024. 

Tecnologia inspirada na Fórmula E

Com base no nosso empenho e no nosso título de bicampeões na Fórmula E, incorporámos tecnologias do desporto motorizado, tais como a recuperação de energia durante a travagem, nos nossos modelos elétricos e híbridos plug-in. Nascidos da performance, os nossos modelos abrem novos horizontes para si, com estilo.

DESCUBRA A NOSSA GAMA E-TENSE

  • NOVO DS 3
    NOVO DS 3

    100% elétrico

    Disponível em versão térmica

    Descubra
  • DS 4
    DS 4

    Híbrido Plug-in

    Disponível em versão térmica

    Descubra
  • Nouvelle DS 7
    NOVO DS 7

    Híbrido Plug-in

    Disponível em versão térmica

    Descubra
  • DS 9
    DS 9

    Híbrido Plug-in

     

    Descubra

OS NOSSOS MOTORES A GASOLINA PURETECH

Mais compactos, mais leves, mais potentes

Os motores a gasolina PureTech ajudam-no a controlar o seu consumo de combustível enquanto aumentam o desempenho do seu veículo DS.

Os nossos engenheiros conseguiram obter uma redução significativa do consumo de combustível, reduzindo o tamanho e o peso dos nossos motores e incorporando materiais inovadores de baixo atrito.

Motores mais limpos

Ao reduzir o tamanho e o peso do motor, e ao incorporar materiais inovadores de baixa fricção, os nossos engenheiros conseguiram alcançar uma redução significativa no consumo de combustível e, assim, das emissões de CO₂ por veículo.
Filtro de partículas de última geração

Todos os motores a gasolina PureTech DS estão equipados com um GPF (filtro de partículas de gasolina) de última geração capaz de tratar eficazmente as emissões de partículas dos motores a gasolina de injeção directa.

 

Ativada automaticamente no arranque da viatura, a tecnologia GPF apresenta uma eficácia superior a 75% sobre as partículas em norma.

 
Motores PureTech de 3 e 4 cilindros
Mais compactos e mais leves, os nossos motores de 3 cilindros oferecem uma redução no consumo de combustível de 1,5 litros por 100 km e emissões de CO₂ de até 25% em comparação com um motor de 4 cilindros com a mesma potência, mantendo ao mesmo tempo um elevado nível de conforto acústico e um prazer de condução ótimo. Combinando potência e eficiência ótima, os nossos motores a gasolina de 4 cilindros PureTech 180 e PureTech 225 incorporam uma nova geração de turbo de alto desempenho. 
STOP & START
Controle o seu consumo de combustível de forma sustentável e reduza significativamente as suas emissões de CO₂ com a tecnologia Stop & Start. Esta função desliga automaticamente o seu motor quando o seu veículo chega a uma paragem temporária. Em média, reduzirá o seu consumo de combustível no trânsito urbano denso em -15%, em comparação com um veículo convencional. 

OS NOSSOS MOTORES DIESEL BLUEHDI

A combinação de eficiência e prazer de condução

A tecnologia BlueHDi refere-se à nossa gama de motores Diesel que oferecem um sistema de controlo de poluição de última geração. 

Os nossos motores Diesel BlueHDi de 4 cilindros estão disponíveis em duas potências diferentes: 130 S&S e 180 S&S.

SISTEMA DE DESPOLUIÇÃO DE ÚLTIMA GERAÇÃO

Este sistema é montado em todos os nossos motores diesel BlueHDi para eliminar os poluentes produzidos pela combustão do diesel: hidrocarbonetos não queimados (HC), monóxido de carbono (CO), óxidos de azoto (NOx) e partículas finas.
Despoluição em 3 etapas
PASSO 1
O catalisador de oxidação converte os hidrocarbonetos não queimados (HC) e o monóxido de carbono (CO) em água (H2O) e dióxido de carbono (CO₂).
PASSO 2
O catalisador SCR (Redução Catalítica Ativa) elimina 90% dos óxidos de azoto (NOx), transformando-os em água e azoto através da adição de AdBlue®.
PASSO 3
O Filtro de Partículas (DPF) elimina até 99,9% das partículas finas em norma.
SOLUÇÕES EFICIENTES
AdBlue®
O AdBlue®, uma mistura de água e ureia, não é tóxico e é amigo do ambiente. Transforma 85% dos óxidos de azoto poluentes em vapor de água e azoto inofensivo. O reabastecimento do seu tanque AdBlue®, localizado no porta bagagens ou ao lado da tampa do depósito de combustível, é idêntico ao reabastecimento com combustível. Um tanque cheio de AdBlue® dar-lhe-á uma autonomia de 20.000 km. 
STOP & START
Controle o seu consumo de combustível de forma sustentável e reduza significativamente as suas emissões de CO₂ com a tecnologia Stop & Start. Esta função desliga automaticamente o seu motor quando o veículo chega a uma paragem temporária. Em média, reduzirá o seu consumo de combustível no trânsito urbano denso em -15%, em comparação com um veículo convencional. 

A NORMA WLTP

Um indicador do consumo de combustível mais realista

O WLTP (Worldwide Harmonised Light Vehicles Test Procedure) é uma forma de aprovar veículos para venda na União Europeia. É um novo conjunto de testes e procedimentos para medir o consumo de combustível, emissões de CO2 e poluentes dos veículos ligeiros em condições normalizadas (laboratório). 

 

O WLTP substitui o teste de economia de combustível anterior, conhecido como New European Driving Cycle (NEDC) ou Novo Ciclo de Condução Europeu, que foi introduzido em 1992. Desde Setembro de 2017, todos os novos modelos introduzidos no mercado pela primeira vez são testados consoante o WLTP. Todos os automóveis vendidos a partir de Setembro de 2018 serão testados segundo as regras do WLTP. Este novo teste laboratorial será também complementado por um teste de emissões que mede os poluentes em condições diárias para produzir Emissões de Condução Reais (RDE).

 

Os novos procedimentos de teste WLTP darão aos consumidores uma ideia mais precisa do consumo de combustível e das emissões de CO2 dos seus veículos.

DS AUTOMOBILES E O NOVO TESTE WLTP

Em termos de emissões de NOx, os modelos DS Automobiles com motores Euro 6.2 estão três anos à frente do seu tempo no cumprimento da margem de conformidade de 1,5 (medida por RDE - Real Driving Emissions) exigida pelo regulamento Euro 6d de 2020. 

 

Graças à utilização inteligente da tecnologia antes do regulamento (Redução Catalítica Seletiva em Filtros de Partículas de Gasóleo e Gasolina em motores a gasolina), os nossos automóveis já estão aprovados pelo WLTP (obrigatório para todos os automóveis a partir de Setembro de 2018), o que é um reflexo mais preciso da condução diária. 

 

O cliente está no centro das nossas preocupações. É por isso que sempre apoiámos testes que são mais representativos da forma como os nossos clientes conduzem e temo-nos esforçado por cumprir os novos protocolos de teste para estar na vanguarda da tecnologia. 

Comprovando a nossa transparência, publicamos o consumo real de combustível dos nossos automóveis no nosso website desde 2016 e as emissões reais de NOx desde 2018, de acordo com regras desenvolvidas com as ONG T&E e FNE, e ratificadas por uma organização terceira independente (Bureau Veritas).

EM QUE É QUE O WLTP É DIFERENTE?

Alterações aos procedimentos de teste normalizados

  • Medição de emissões para considerar ajustes em veículos individuais
  • Aumento da distância percorrida em ciclos
  • Testes de condução a velocidades mais elevadas
  • Comportamento de condução mais nervoso e realista
  • Tempos de ciclo mais longos
Do NEDC ao WLTP

Os objetivos dos novos testes WLTP incluem dar uma representação mais precisa das condições do mundo real em que os automóveis são utilizados e da sua tecnologia atual. Especifica requisitos de testes mais rigorosos e um perfil de condução mais dinâmico do que o ciclo anterior, o NEDC, que foi concebido durante a década de 1990. O WLTP foi desenvolvido para utilizar dados de condução no mundo real, enquanto o NEDC se baseava em torno da condução teórica.

 

Além disso, o WLTP devolve resultados mais precisos porque tem em conta a especificação de cada veículo, incluindo equipamento opcional disponível, que pode ter um efeito significativo no consumo de combustível e nas emissões de CO2. Os valores do WLTP podem, em alguns casos, ser superiores aos resultados do NEDC para o mesmo automóvel. Isto não significa que o consumo de combustível seja pior, tem apenas a ver com uma nova forma de medição, baseada numa referência mais exata e extensa que traduz melhor a forma como os automóveis são realmente utilizados. 

NEDC VS WLTP
NEDC WLTP
Ciclo de Teste Ciclo de Teste Único Ciclo dinâmico mais representativo das condições de condução real
Tempo do Ciclo 20 minutos 30 Minutos
Distância do Ciclo 11 Quilómetros 23.25 Quilómetros
Fases de Condução 2 Fases, 66% Condução Urbana e 34% Condução Não Urbana 4 Fases Mais Dinâmicas, 52% Urbana e 48% Não Urbana
Velocidade Média 34 Quilómetros Por Hora 46.5 Quilómetros Por Hora
Velocidade Máxima 120 Quilómetros Por Hora 131 Quilómetros Por Hora
Influência de Equipamento Opcional Impacto do CO2 e da Performance do Combustível Não Considerado Sob o NDC Características Adicionais (Que Podem Diferir Consoante o Carro) São Tidas em Conta
Mudanças de Velocidades Os Veículos Têm Pontos Fixos de Mudança de Velocidade Pontos de Mudança de Velocidade Diferentes Para Cada Veículo
Temperatura de Teste Medições a 20-30ºC Medições a 23ºC, valores de CO2 corrigidos para 14ºC

EMISSÕES EM SITUAÇÃO DE CONDUÇÃO REAL

Real Driving Emissions - RDE

Para além do WLTP, a RDE será também obrigatória para todos os fabricantes de veículos na UE, bem como na Suíça, Turquia, Noruega, Liechtenstein, Israel e Irlanda a partir de Setembro de 2018. 

 

Nestes testes RDE, as emissões poluentes, tais como óxidos de azoto (NOx) e partículas diesel são medidas na estrada, o que determina os valores médios de emissões que podem ser realisticamente esperados durante a condução diária.

FAQ
O QUE É O WLTP?

WLTP é uma abreviatura de "Worldwide Harmonised Light Vehicles Test Procedure" (Procedimento Mundial Harmonizado de Teste de Veículos).

 

É um novo processo de teste que dá uma visão mais realista do consumo de combustível dos veículos e das emissões de CO2. A partir de Setembro de 2018, todos os veículos registados pela primeira vez devem ser aprovados pelo WLTP. O WLTP irá substituir gradualmente o anterior procedimento de ensaio, o "New European Driving Cycle" (NEDC) ou Novo Ciclo de Condução Europeu.

O QUE É O CICLO DE CONDUÇÃO WLTP?

O consumo de combustível e as emissões de um veículo dependem sempre, em última análise, do estilo de condução individual, o que resultou na compilação de dados de condução para WLTP em todo o mundo. Estes dados têm sido utilizados para definir quatro fases representativas com diferentes velocidades médias: Baixa, Média, Alta e Extra Alta.

 

Dentro de cada uma destas fases, existem diferentes intensidades de travagem, aceleração e períodos em que o veículo está parado, a fim de refletir situações típicas da condução diária. A combinação destas fases resulta no que é conhecido como "o ciclo de condução".

 

Os valores de consumo de combustível serão apresentados para quatro condições de condução diferentes com um valor global combinado para a gasolina, diesel, híbridos e veículos híbridos plug-in.

O QUE SIGNIFICA O WLTP PARA MIM?

A introdução do WLTP significará que o consumo de combustível e as emissões de CO2 indicadas nos guias de especificação dos automóveis refletirão mais de perto as da condução no mundo real.

 

Como o WLTP tem em conta equipamento opcional individual no seu veículo (tais como pneus de Inverno ou um tejadilho de vidro), isto resultará em valores ainda mais realistas, uma vez que se baseiam na configuração exata do seu veículo.

 

No entanto, valores mais realistas podem também resultar, naturalmente, em valores de de consumo e de CO2 mais altos para veículos com motores de combustão e uma gama de baterias reduzida para veículos elétricos (incluindo híbridos plug-in). Isto pode também significar que o seu veículo poderá estar sujeito a uma taxa de imposto mais elevada. No entanto, os veículos aprovados no âmbito do WLTP continuarão a ser tributados contra o valor das emissões de CO2 do NEDC. A curto prazo, os sistemas de tributação baseados no CO2 não se alterarão (imposto CO2, imposto automóvel empresarial)".

O QUE É O RDE?

"RDE" significa 'Real Driving Emissions' (Emissões de Condução Reais). Este é um novo procedimento para medir poluentes tais como óxidos de azoto (NOx) e partículas de diesel.

 

O aspeto mais significativo das RDE, como o nome sugere, é que a medição tem lugar na estrada em condições de condução realistas, e não em laboratório. Um dispositivo inteligente conhecido como "Sistema de Medição de Emissões Portáteis" (PEMS) é ligado ao escape do veículo para estes testes.

O QUE É O EURO 6 / EU6?

Euro 6 é o nome da atual norma de emissões de gases de escape que estabelece limites para os poluentes. Define valores máximos mais baixos para as emissões de partículas e de óxido de azoto (NOx) do que a anterior norma Euro 5.

 

A partir de Setembro de 2018, a norma Euro 6 entrou na sua segunda fase: Euro 6.2. Isto exige limites mais baixos para as emissões de partículas dos veículos a gasolina do que na fase anterior. 

O QUE SIGNIFICA REDUÇÃO CATALÍTICA SELETIVA?
Para reduzir ainda mais as emissões de escape dos veículos, o amoníaco líquido - chamado AdBlue® - é introduzido nos sistemas de escape dos motores diesel. A Redução Catalítica Seletiva (SCR) com AdBlue® reduz até 90% dos óxidos de azoto. O que resta é vapor de água, azoto e CO2. 
VÁ MAIS LONGE
Política Ambiental
Descubra o nosso programa e medidas
Consumo em utilização
Calcule o consumo médio do seu veículo